Author: Betânia Uchôa e seu universo in versos
•08:04:00


Inconstância

Procurei o amor que me mentiu.
Pedi à Vida mais do que ela dava.
Eterna sonhadora edificava
Meu castelo de luz que me caiu!

Tanto clarão nas trevas refulgiu,
E tanto beijo a boca me queimava!
E era o sol que os longes deslumbrava
Igual a tanto sol que me fugiu!

Passei a vida a amar e a esquecer…
Um sol a apagar-se e outro a acender
Nas brumas dos atalhos por onde ando…

E este amor que assim me vai fugindo
É igual a outro amor que vai surgindo,
Que há de partir também… nem eu sei quando…

- Florbela Espanca -
This entry was posted on 08:04:00 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 20 de janeiro de 2011 16:47 , NELL SANTOS disse...

Amei o teu espaço, Betânia!!! Vou seguir, tá?
Apareça lá no meu cantinho...Adorarei sua visita.
http://nellsantos.blogspot.com/

Abraço!