Author: Betânia Uchôa e seu universo in versos
•05:55:00


Nasci antes do tempo


Tudo que criei e defendi
nunca deu certo.
Nem foi aceito.
E eu perguntava a mim mesma
Por quê?
Quando menina,
ouvia dizer sem entender
quando coisa boa ou ruim
acontecia a alguém:
Fulano nasceu antes do tempo,
Guardei.
Tudo que criei, imaginei e defendi
nunca foi feito.
E eu dizia como ouvia
a moda de consolo:
Nasci antes do tempo.
Alguém me retrucou
Você nasceria sempre
antes do seu tempo.

Cora Coralina

Links para esta postagem
Author: Betânia Uchôa e seu universo in versos
•05:49:00
Segue Teu Destino
Fernando Pessoa

Segue o teu destino
Rega as tuas plantas
Ama as tuas rosas
O resto é a sombra
De árvores alheias

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos
Só nós somos sempre
Iguais a nós-próprios

Suave é viver só
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses

Vê de longe a vida
Nunca a interrogues
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam



Links para esta postagem
Author: Betânia Uchôa e seu universo in versos
•05:42:00




Oriente


Manda-me verbena ou benjoim no próximo crescente
e um retalho roxo de seda alucinante
e mãos de prata ainda (se puderes)
e se puderes mais, manda violetas
(margaridas talvez, caso quiseres)


manda-me osíris no próximo crescente
e um olho escancarado de loucura
(em pentagrama, asas transparentes)

manda-me tudo pelo vento:
envolto em nuvens, selado com estrelas
tingido de arco-íris, molhado de infinito
(lacrado de oriente, se encontrares)


Caio Fernando Abreu




Links para esta postagem